Pôr a mesa

Esta expressão provém da Idade Média, porquanto as grandes casas e os palácios não tinham uma sala de jantar: os senhores comiam onde estavam, de acordo com a luz e a temperatura. À hora da refeição, os criados colocavam cavaletes com estrados por cima e anunciavam: “…as mesas estão postas”. Não havia talheres, a não ser a faca que cada um trazia sempre consigo; comia-se quase tudo à mão.
Refira-se, já agora, que usar talheres traduz uma evolução da humanidade.
As primeiras facas eram feitas de pedra, depois de ferro e bronze e, depois, a partir do século XVII, de prata como sinal de riqueza. As primeiras colheres eram pedaços de madeira ou chifres de boi em forma de concha. Os primeiros garfos possuíam apenas dois dentes que eram utilizados, até à Idade Média, apenas para servir; só a partir do século XVII, na Europa, passaram a ser utilizados para comer.